2019 chega ao fim, sua marca: muito trabalho, experimentos diversos e o Estúdio de Arte Multimodal ganhando forma

Olá Amigxs, Alunxs, Parceirxs e Colegxs,

Este ano foi pancadão! Agradeço imensamente à sorte de poder trabalhar intensamente em busca deste sonho de criar o Estúdio de Arte Multimodal. Um local onde trabalharemos com o Ensino, a Criação e a Performance de arte em suas mais amplas manifestações, seja na Música, Dança, Teatro, Artes Visuais e todas suas possibilidades de integração.

As atividades de Ensino totalizaram mais de 1.000 horas de aulas em Música (Canto, Piano, Violão, Contrabaixo, Composição, Repertótio e Teoria), em Dança (Charleston e Rockabilly) e em Teatro (Desenvolvimento Artístico); em aulas particulares para os alunos Benedito, Alipe, Ana, Daiane, Silvana, Teresinha, Maria, Paulo, Alexandre, Mary, Adriane, Sandra, Juliana, Elder, Chrystina, Yoko, Marina e tantos mais em aulas coletivas. Tudo isso não seria possível sem as parcerias com a 1941 Vintage (Francisco Nogueira), com a Escola de Música Rockabilly (Elizabet Truglio), com a Lado B Escola de Música (Vinícius e Ricardo Saldanha) com o Estúdio de Treinamento Artístico (Daniel, César, Carol e Nadir) e com os workshops realizados no Juréia Centro Cultural (Taís Dassoler).

Em Criação o ano começou magnificamente com o projeto São Paulo Granulado sendo selecionado para exibição na Galeria de Arte Digital do SESI, sendo a maior manifestação até hoje de minha estética audiovisual chamada Música Visual Granular, fruto da pesquisa de doutorado que realizei alguns anos atrás. Também realizei a direção musical de dois espetáculos de canto: Nós Voz Eles e Canto ao Nordeste (Estúdio de Treinamento Artístico); a composição da trilha sonora para a esquete Florença (Weverson Yachuva); a produção musical do irreverente OH BUM Vol.1 (Benedito Bergamo); a finalização da etapa de gravações do CD Let’s Hop (Mara Falci) que agora encontra-se na fase final de mixagem; e algum avanço na produção do meu Pocket Show com o auxílio do professor de canto Luiz Fernando Luz.

E as Performances, após uma quase-pausa no ano passado, voltaram a crescer neste ano com a apresentações musicais diversas com os alunos de música, em shows de jazz e de canções italianas com a cantora Mara Falci, nos saraus da madrugada paulista com os projeto OH BUM Vol.1 e Fernando Falci Pocket Show, atuação na peças teatrais Silêncios, Moléculas e Dinossauros de Elisa Band e Nicholas Wabba e O Estupor de Fabio Araújo.

E assim 2019 passou deixando como lembrança o trabalho intenso, a diversidade de atividades, a ousadia em tentar fazer melhor e diferente, uma baita canseira mas também e o refresco do apoio dos colegas, alunos, parceiros, amigos, familiares, amor (no singular!). Vem mais por aí!

A arte proporciona o crescimento pessoal, desenvolvendo os sentidos e a capacidade de pensar e de agir de forma criativa e expressiva. Traz melhoras à qualidade de vida do indivíduo que se refletem em seus familiares, em seu trabalho e em nosso coletivo social.

Muito Obrigado e Um Grande Abraço,

Fernando Falci.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s