2021 chega ao fim, resilientes, seguimos!

Olá amigos, alunos, clientes, parceiros e colegas,

Olá queridos e queridas !

Chegou a hora de escrever a já tradicional mensagem de fim de ano do Estúdio de Arte Multimodal neste ano que continuou sendo… atípico… ou, pelo menos, assim esperamos. Nesta mesma época do ano passado a esperança contagiava nossos corações, mas o ano se desdobrou com a segunda onda de COVID ganhando força e se prolongando por todo o ano. Porém, cada foto postada de um novo vacinado trazia um pequeno alívio. Minha gratidão a este ano vem do fato de ter conseguido, apesar do orçamento meio capenga, manter minha profissão à qual exerço com enorme prazer e com fé de que esse trabalho faz o bem.

O plano “A” de vida era ter aberto o Estudio de Arte Multimodal em uma porta comercial em alguma rua da Vila Buarque. Isso foi planejado para Fevereiro passado. E como o coração não aguenta esperar, toquemos o plano “B” focando as energias em estabelecer um canal no YouTube e assim, pouco a pouco, consolidar a imagem daquilo que será o nosso espaço físico no futuro. Foram 78 vídeos publicados, com aulas e apresentações em música, dança, teatro, etc. Então se você ainda não se inscreveu no canal… faça agora por favor! Rs.

Clique aqui e em seguida inscreva-se!

Em Ensino, totalizamos um pouco mais de 500 horas de aulas particulares, em dupla ou em grupo com os alunos de Música (Canto, Violão, Piano, Contrabaixo, Composição, Produção Musical e Teoria) e Dança (Rockabilly, Charleston e Lindy Hop). Parte destas aulas foram em parceria com a 1941 Vintage na qual dei aulas junto com a supimpa Vivi Pennafiel, com a Escola de Música Rockabilly e com Lado B Escola de Música. Deixo um agradecimento especial aos alunos que a cada pequeno avanço me fazem brilhar os olhos: Nádia, Yoko, Flávia, Natalie, Paulo, Sônia, Vera, Benedito, Mônica, Martim, Julian e Elisa, Mara, Chrys, Kadija e seu filhote Lucas, Regina, Marina, Raquel, Roberto, Luiz, Michele e seu filhote Pietro, Ricardo.

Em Criação este ano até que foi bastante intenso. Começou com a criação de um video clipe para o Let’s Hop e mais 3 músicas produzidas para o segundo cd deste projeto. A produção musical também de outras 3 músicas com os alunos de canto Paulo Serra e Yoko Higa. Nasceu o Estados do ser parte 1 com 4 músicas e video clipes de Fernando Falci e também a gravação do Hurt que originou todo esse processo de criação. Foram feitas as gravações do Oh Bum Vol.3 de Benedito Bergamo que se encontra no estagio final de produção. Muitos outros trabalhos já estão bastante adiantados e isso garante que o início de 2022 será cheio de novos lançamentos, fique de olho!

Como um brinde de final de ano, tive um artigo científico publicado junto com meu ex- orientador de doutorado e amigo Adolfo Maia na Revista Vortex falando sobre a composição musical com Síntese Granular que foi muito importante para resgatar esse meu lado acadêmico.

E as Performances, sem teatros e sem bares abertos, foram feitas aqui, na sala de casa, em LIVES de lançamento de cada música, com o Let’s Hop, Oh Bum, Paulo Serra e Estados do Ser. Também conseguimos tocar para o público maduro do Residencial Cora um show animado com canções italianas, e conforme a segurança aumentava e os protocolos de saúde eram flexibilizados nós fizemos algumas apresentações na Av. Paulista aos domingos e no recém inaugurado Parque Augusta.

Por fim, neste ano a ONG Ser em Cena, que trabalha com a reabilitação de portadores de afasia, conseguiu fazer uma peça online “A Odisséia da Espera”, com direção de Elisa Band e Nicholas Whabba, na qual eu participei como ator.

Ufa! Olha só!

Apesar do luto coletivo que estamos vivendo e da sensação de grande impedimento este ano foi certamente muito produtivo para o estúdio. Agradeço a todos os envolvidos pelo aprendizado e pelas emoções que tivemos juntos.

O que podemos esperar do ano que vem…

A arte proporciona o crescimento pessoal, desenvolvendo os sentidos e a capacidade de pensar e de agir de forma criativa e expressiva. Traz melhoras à qualidade de vida do indivíduo que se refletem em seus familiares, em seu trabalho e em nosso coletivo social.

Muito Obrigado e Um Grande Abraço,

Fernando Falci.

Um comentário sobre “2021 chega ao fim, resilientes, seguimos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s