Contrapontos 3, 4, 9 e 8

Criação Sonora e Visual com software de desenvolvimento próprio.

Na primeira versão desta obra procuramos utilizar grãos sonoros e visuais de conteúdo muito simples de forma que pudéssemos focalizar o processo criativo na exploração de micro correspondências entre o som e a imagem. Em Música Visual, som e imagem não estão restritos a uma relação direta de um ao outro como fizemos na criação das obras descritas anteriormente. Os domínios podem ser articulados de modo parcialmente independente e até mesmo causar um distúrbio na percepção um do outro.

A manipulação dinâmica desta medida resulta em um contraponto entre elementos de um domínio e do outro. Ou seja, quando a música e a animação estão completamente “coladas” durante uma seção da obra, podemos dizer que os elementos de um domínio estão em movimento paralelo com o movimento dos elementos do outro domínio. Quando o mapeamento entre os domínios é alterado dinamicamente durante uma seção da obra, ou seja, a música descola-se brevemente da imagem, caracteriza-se o equivalente audiovisual do movimento contrário do contraponto musical usual. Do mesmo modo, podemos ainda pensar em um movimento obliquo, que ocorre quando o som ou a imagem permanece estático, enquanto o elemento do outro domínio é alterado. Dito de outra forma, os domínios visual e sonoro podem ser fracamente ou fortemente correlacionados.

Anúncios